Instituto Jones dos Santos Neves: subsídio para a formulação de políticas públicas

Vinculado à Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP) do Espírito Santo, o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) passou a constituir o Núcleo Vitória da Rede de Pesquisa Observatório das Metrópoles em 2010, reforçando seus objetivos de produzir conhecimento e subsidiar políticas públicas voltadas ao desenvolvimento socioeconômico do país. O IJSN tem realizado pesquisas sobre as transformações recentes na organização do espaço urbano metropolitano da Grande Vitória, especialmente na investigação sobre a provisão de moradias e a relação entre território e criminalidade violenta.

Série Especial: Retrato Núcleos Regionais

Considerado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Informação (MCTI) como um dos laboratórios mais bem sucedidos da sua área de atuação, no âmbito do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT), por envolver pesquisadores de 59 instituições distribuídas em todo o país, o Observatório das Metrópoles vem desenvolvendo uma experiência científica inovadora por realizar uma pesquisa de forma colaborativa e criativa, superando fronteira inter e intra universitárias, disciplinares, das políticas setoriais e regionais.

Por essa razão, o Boletim Observatório das Metrópoles dá início a uma série especial que vai apresentar o perfil dos 15 Núcleos Regionais do instituto: da entrada na Rede, passando pelo compartilhamento de metodologias e o desenvolvimento de pesquisas de ponta relacionadas à temática urbana, até os principais resultados sobre as 14 metrópoles brasileiras e uma aglomeração urbana – Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Recife, Salvador, Natal, Fortaleza, Belém, Santos, Vitória, Brasília e a aglomeração urbana de Maringá.

O Instituto Jones dos Santos Neves/Núcleo Vitória é o primeiro da série.

 

Produzindo conhecimento para subsidiar políticas públicas

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) foi instituído em 31 de dezembro de 1975, pela Lei 3.043, e tem como missão prover conhecimento social, econômico e territorial do Espírito Santo, atuando como centro de excelência na gestão de redes de informação, subsidiando as políticas públicas e o desenvolvimento sustentável do Estado.

Entre as sua ações, merecem destaque as Linhas de Pesquisa Setoriais que incluem: 1) Estudos Sociais – monitoramento e avaliação de políticas públicas, enfocando questões com impacto direto no desenvolvimento social do Espírito Santo; 2) Estudos Territoriais – monitoramento e avaliação da distribuição espacial do desenvolvimento econômico e social do estado; e apoio técnico ao Conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Grande Vitória (Comdevit); 3) Tecnologia da Informação – implementação de sistemas computacionais para suporte a todo o ciclo da produção da informação pelas equipes de pesquisa, sustentados por três áreas técnicas: infra-estrutura física de rede e dados, geoespacialização e estatística; e 4) Geoespacialização – produção e análise de dados geoespaciais com ênfase em cartografia temática, análise espacial e geoprocessamento.

Outro trabalho importante realizada pelo IJSN é na área do “desenvolvimento metropolitano” ao atuar como Secretaria Executiva e órgão de apoio técnico ao Conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Grande Vitória (Comdevit). A Coordenação de Apoio à Gestão Metropolitana dá o suporte administrativo e técnico ao órgão para o cumprimento do exercício dessas funções, apoiando a Secretaria Executiva e articulando-se com as demais áreas da instituição e demais órgãos estaduais e municipais para o assessoramento e proposições ao Conselho com vistas ao cumprimento de suas deliberações. Compete, também, à coordenação a adoção de providências para a execução orçamentária e financeira do Fumdevit estabelecida por lei para o IJSN.

No final do ano de 2010, o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) entrou para a Rede de Pesquisa INCT Observatório das Metrópoles, constituindo o Núcleo Vitória/ES do laboratório. Segundo o coordenador do núcleo, o geógrafo Pablo Lira, o interesse dos pesquisadores do IJSN era o intercâmbio de conhecimento sobre os temas urbanos, o aprofundamento do olhar comparativo sobre o fenômeno metropolitano e, em especial, o compartilhamento de metodologias, visto que o trabalho do Observatório é referência no país.

Pablo Lira lembra que em agosto de 2012 participou do Curso “Análise Social do Território Metropolitano”, que reuniu pesquisadores de todo o Brasil para apresentar a metodologia das Categorias Socio-ocupacionais, preparando os pesquisadores para a análise dos territórios a partir dos dados do Censo 2010. “Participei do curso que representou um marco para a entrada do Núcleo Vitória na operacionalização da metodologia do Observatório das Metrópoles. Fiquei com a responsabilidade agora de difundir esse instrumental de pesquisa para o restante dos pesquisadores de Vitória para podermos avançar na análise comparativa da nossa região metropolitana”, explica.

Estudos sobre Criminalidade e o Programa “Estado Presente”

Em 2011 o Governo do Estado do Espírito Santo lançou o Programa “Estado Presente” com o objetivo de levar às comunidades menos favorecidas ações de cidadania e combate à violência e criminalidade. O programa foi elaborado a partir da análise que o Núcleo Vitória/Instituto Jones dos Santos Neves produziu sobre a distribuição espacial da criminalidade violenta. “Temos acompanhado as pesquisas sobre criminalidade violenta do Observatório das Metrópoles, incorporando metodologias de análise e aprimorando as ferramentas de georreferenciamento para a produção de manchas de criminalidade na RM Vitória”, conta Pablo.

Para mais informações sobre o Núcleo Vitória e o Instituto Jones dos Santos Neves, acesse aqui.

 

Última modificação em 25-03-2013

 

Tags: , ,