No primeiro quadrimestre de 2020 menos empresas foram extintas no Rio Grande do Sul em relação ao mesmo período de 2019 (encolhimento de 13%). No entanto, diminuiu o percentual (12%) de empresas criadas para o mesmo período, também em comparação ao ano anterior.

Essas informações constam na Carta Especial “A dinâmica de empresas no estado do Rio Grande do Sul no primeiro quadrimestre de 2020“, divulgada na última semana. O documento foi elaborado pelo Observatório Unilasalle: Trabalho, Gestão e Políticas Públicas, grupo que reúne pesquisadores vinculados ao Observatório das Metrópoles Núcleo Porto Alegre.

A carta evidencia a performance das empresas no que diz respeito a constituição e a extinção, a partir dos dados da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul. No levantamento, constam oito tabelas que ilustram a dinâmica de constituição e extinção de empresas, incluindo os tipos, proporção e variação em relação ao ano de 2019.

Segundo os autores:

Este estudo tem a pretensão de colaborar com este momento extraordinário no qual se vive, buscando subsidiar a sociedade civil e o setor público na tomada de decisão que aumente o bem-estar do conjunto da comunidade. A expectativa é encontrar leitores atentos.

Criado em 2012, o Observatório Unilasalle: Trabalho, Gestão e Políticas Públicas é vinculado ao curso de Ciências Econômicas da Universidade La Salle e divulga, mensalmente, cartas do mercado de trabalho com dados inéditos da Região Metropolitana de Porto Alegre e de Canoas.

O documento pode ser consultado na íntegra, CLIQUE AQUI.