O Instituto Democracia Popular, o BrCidades, a Terra de Direitos e a Frente Mobiliza Curitiba lançam no dia 04 de agosto a campanha UOH! pela urgência de um orçamento para habitação em Curitiba. O evento será transmitido às 18:30 pelas redes do BrCidades e às 20:00 haverá uma roda de conversa de integração para quem quiser somar na campanha. Para participar deste segundo momento, é necessário se inscrever através de formulário online.

A pauta da moradia popular é historicamente preterida na cidade de Curitiba, os investimentos para a produção de habitação de interesse social e regularização fundiária nunca foram maiores que 0,2% ao ano do orçamento municipal.

A desigualdade é latente: enquanto uma parcela ínfima é destinada para a moradia,  a aplicação em urbanismo (que envolve as grandes obras do município) é uma das maiores dentro do quadro orçamentário, concentrado nas regiões centrais. A fachada de “cidade-modelo” é utilizada para esconder a pobreza e a precariedade da habitação nas periferias da capital e região metropolitana.

Não existe em âmbito municipal políticas públicas habitacionais consolidadas voltada para as famílias mais pobres que não possuem condições de arcar com qualquer valor para aquisição de uma moradia por meio do mercado imobiliário. A COHAB é a responsável pela habitação de interesse social, mas por ser uma empresa de economia mista, atua apenas em projetos que geram retornos financeiros à companhia e lucro aos acionistas.

Em meio à pandemia do COVID-19 a vulnerabilidade da população de baixa renda aumentou de forma contundente, sendo essencial reivindicar condições para uma vida digna para todas e todos.

A campanha UOH! busca evidenciar os descasos da administração municipal em relação às demandas populares de habitação e sensibilizar os gestores pela urgência de se garantir um orçamento adequado para a moradia de interesse social.

Para saber mais, acesse: www.instagram.com/uoh_curitiba