Manifesto sobre as tragédias das chuvas na região Sudeste do Brasil

Nos últimos dias tem sido angustiante acompanhar na mídia nacional as notícias das tragédias das chuvas e queda de encostas dos morros que tiraram a vida, até o presente momento (10hs do dia 17 de janeiro de 2011) de nada mais nada menos do que 635 pessoas, só na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, soterradas pela água, lama e entulho. Como resposta rápida a essa verdadeira catástrofe, o governo federal anunciou que estará destinando a quantia de R$ 780 milhões para os atingidos pelas chuvas, além de possibilitar o saque de parte do FGTS das vítimas dessas enchurradas. De outro lado, no âmbito local, os poderes públicos municipais e estadual limitam-se a utilizar a sua pouca estrutura para resgate e atendimento emergencial das vítimas, contagem dos mortos, tentativa de restabelecimento de um ou outro serviço público como luz e telefonia.
Clique aqui e contineu a ler o Manifesto da Relatoria do Direito Humano à Cidade sobre as tragédias das chuvas na região Sudeste do Brasil, em especial as cidades de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, escrito por Orlando Alves dos Santos Junior (Relator do Direito Humano à Cidade e pesquisador do INCT Observatório das Metrópoles) e Cristiano Müller (Assessor da Relatoria do Direito Humano à Cidade).
 

Tags: , ,