De modo a compreender os principais desafios da governança metropolitana e do planejamento urbano no Rio de Janeiro, como produto da sequência de eventos globais que tiveram palco na cidade, o livro The Legacy of Mega Events – Urban Transformations and Citizenship in Rio de Janeiro(O Legado dos Megaeventos – Transformações Urbanas e Cidadania no Rio de Janeiro) propõe uma leitura crítica e multidisciplinar sobre o legado dos megaeventos que aconteceram na cidade por uma década.

Lançada recentemente pela Editora Springer, a publicação é resultado do projeto de cooperação internacional “Regimes Urbanos e Cidadania“, realizado pelo INCT Observatório das Metrópoles, vinculado ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e pelo Departamento de Negócios, Economia, Saúde e Assistência Social (DEASS) da Universidade de Ciências Aplicadas e Artes do Sul da Suíça (SUPSI).

Observando de perto as operações urbanas atuais, uma equipe de pesquisadores(as) convidados(as) analisou a diversidade de fenômenos que surgiram quando o Rio “saiu do cenário global”. Os fenômenos e as preocupações com os níveis de expansão da cidade, a transformação – ou consagração – da centralidade urbana, o modelo de mobilidade e a situação em torno do direito à habitação social são abordados a partir de várias lentes teóricas e assumindo uma variedade de casos empíricos, entendidos como uma espécie de legado dessa experiência global.

Praça Mauá, no Centro do Rio de Janeiro, resultado da Operação Urbana Porto Maravilha.

O caso do Rio de Janeiro é apresentado como um exemplo de uma estratégia global fracassada de redesenvolvimento urbano, governança urbana empreendedora e a realização de megaeventos. O livro mostra como, ao invés do resgate econômico prometido, o Rio vive uma grave crise econômica, política e social, tratando de três perspectivas de observação: a primeira é a descrição das transformações urbanas e megaeventos, avaliando as contradições no modelo de desenvolvimento urbano pretendido e levando em consideração fatores históricos tanto a nível local como nacional; a segunda restringe os bairros como estudos de caso que representam uma bandeira dos resultados de uma transformação urbana neoliberal; a terceira articula cidade e cidadania enfocando tensões e inconsistências e abrindo uma perspectiva sobre a importância de fomentar o conceito de cidadania, incluindo ações, movimentos e iniciativas que expressem as resistências e lutas em torno de um possível novo destino para o Rio de Janeiro.

Protestos contra as intervenções dos megaeventos esportivos.

O projeto foi coordenado pelos professores Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro (IPPUR/UFRJ) e Filippo Bignami (SUPSI); a equipe de pesquisa contou com a participação dos professores Orlando dos Santos Junior (IPPUR/UFRJ), Ana Paula Carvalho (PUC Rio), Humberto Meza (Observatório das Metrópoles) e Niccolò Cuppini (SUPSI). A iniciativa teve o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq) do lado brasileiro, em parceria com a Swiss National Science Foundation (SNSF) do lado suíço.

A seguir, confira a estrutura do livro “The Legacy of Mega Events – Urban Transformations and Citizenship in Rio de Janeiro”:

  • Introdução – Urban Regime and Citizenship: A critical analyze of the urban operations in Rio and the global events (Editors)
  • Cap. 1 – Neoliberalization and mega-events: The transition of Rio de Janeiro’s hybrid urban order (Queiroz Ribeiro, Luiz Cesar et al.)
  • Cap. 2 – When the Lights Turn off. Rio de Janeiro’s Wannabe Global City Trajectory (Cuppini, Niccolò)
  • Cap. 3 – Public-Private Partnerships in the Context of Mega Events (Santos, Carolina Pereira)
  • Cap. 4 – A Mega Event Called Official Carnival: City, Culture, and Party for the Market (Machado, Fernanda Amim Sampaio)
  • Cap. 5 – Institutional Analysis of the Secretariat of Federal Property (SPU): The Case of Porto Maravilha (Borba, Tuanni Rachel)
  • Cap. 6 – Porto Maravilha: The Utopia Crisis After the Global Euphoria (Meza, Humberto)
  • Cap. 7 – Informality and Invisibility of the Slum Tenements in the Port Area of Rio de Janeiro ( Santos Junior, Orlando Alves et al.)
  • Cap. 8 – Favelas and Gentrification: Reflections on the Impacts of Urban Restructuring on the City of Rio de Janeiro (Novaes, Patricia Ramos)
  • Cap. 9 – A New Cycle of Removals in the Favelas in Rio: What Legacy Is This? (Sobrinho, Taiana de Castro)
  • Cap. 10 – State of Art and Possibilities for Citizenship Education in the City of Rio de Janeiro (Bignami, Filippo et al.)

Confira alguns trechos do livro, CLIQUE AQUI.

Além da dimensão de pesquisa que resultou no livro, o projeto “Regimes Urbanos e Cidadania” também contou com uma dimensão de intervenção, cujo objetivo foi testar um modelo de formação em cidadania para professores e alunos de ensino médio em uma escola da Zona Norte carioca. Como produto desse processo nas escolas, o projeto realizou o vídeo-documental “Valeu”, como ferramenta para auxiliar no debate político da juventude carioca. Confira o vídeo: