A Diretoria da Associação Nacional de Pós-graduação em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR) divulgou os resultados dos Prêmios ANPUR 2021, que incluem o X Prêmio Milton Santos de Artigo, o V Prêmio “Ana Clara Torres Ribeiro” de Livros, o III Prêmio Rodrigo Simões de Tese de Doutorado e o XII Prêmio Brasileiro “Política e Planejamento Urbano e Regional” de Dissertações de Mestrado. A iniciativa tem coordenação de Camilla D’Ottaviano, secretária adjunta da ANPUR, professora da FAUUSP e pesquisadora do Observatório das Metrópoles Núcleo São Paulo.

No âmbito do XII Prêmio Brasileiro “Política e Planejamento Urbano e Regional” de Dissertações de Mestrado, a pesquisa “A ilusão da igualdade, natureza, justiça ambiental e racismo em Belém”, de Thales Barroso Miranda, foi a grande vencedora. A dissertação teve por objetivo revelar injustiças ambientais e desigualdades social e racial na produção do espaço urbano de Belém, historicamente marcada pelo crescimento urbano rentista, pela disputa territorial e suas inúmeras consequências ambientais. O trabalho foi orientado por Ana Claudia Duarte Cardoso, professora do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará (UFPA) e pesquisadora do Observatório das Metrópoles Núcleo Belém.

Cardoso também orientou a dissertação “Entre a várzea e terra firme – estudo de espaços de assentamentos tradicionais urbanos rurais na região do Baixo Tocantins”, de Kamila Diniz Oliveira, que recebeu menção honrosa no prêmio. A pesquisa analisou os arranjos espaciais de assentamentos de populações tradicionais localizados na várzea e em terra firme dos municípios de Cametá, Mocajuba e Baião, tendo como base metodológica as formulações de Lefebvre (2006) e Soja (1993) sobre a natureza trialética do espaço (decomposto em espaços concebido, percebido e vivido).

Outra dissertação a receber menção honrosa foi “Ocupação Solano Trindade. O espaço comum e o trabalho coletivo: das práticas concretas a uma agenda atualizada para a Reforma Urbana”, de Fernanda Petrus do Prado Silva, que analisou a articulação moradia-trabalho nos empreendimentos habitacionais populares. A pesquisa foi orientada por Luciana da Silva Andrade (PROURB/UFRJ), com coorientação de Luciana Corrêa do Lago, pesquisadora do Observatório das Metrópoles Núcleo Rio de Janeiro. O trabalho resultou na publicação de um livro com o mesmo título, disponível em nossa Biblioteca Digital.

O Observatório das Metrópoles parabeniza os(as) participantes dos Prêmios ANPUR 2021, em especial, cumprimentamos os(as) pesquisadores(as) da nossa rede pelo trabalho e excelência das contribuições desenvolvidas.

Confira todos os ganhadores dos Prêmios ANPUR 2021.