Imagem ilustrativa sobre o trabalho do urbanista — como pensar as cidades

A Revista Políticas Públicas & Cidades divulga a edição nº 2 de 2018, que traz como destaque o dossiê “O ensino do Urbanismo no Brasil”. A publicação apresenta 2 volumes, um com artigos e outro com relatos de experiências.

No volume 1 mais teórico, são apresentados artigos como “Do ensino do urbanismo ao do planejamento urbano e suas interações”;  “História, técnica e política: considerações teóricas para um ensino crítico de urbanismo”; “O Urbanismo em disputa”; e “Velhas e novas formações em Urbanismo no Brasil: entre a hegemonia e a ruptura de consensos”.

Já no volume 2 temos relatos de experiências como “Cartografias de áreas precárias: um ensaio sobre ensino e pesquisa na pós-graduação da FAU/USP”; “Academia, Cidade e Jogo”; “O Campo do Planejamento Territorial: formação e práxis no Brasil”.

A Revista Políticas Públicas & Cidades é editada por discentes ligados à pesquisa em programas de Pós-graduação, sem vínculo com suas instituições de ensino e pesquisa. Portanto, trata-se de um trabalho voluntário, sem fins lucrativos ou relação instituição.

MISSÃO. A missão da Revista é disseminar resultados de pesquisas científicas da área do URBANISMO e PLANEJAMENTO URBANO considerando suas áreas correlatas.

A Revista recebe trabalhos originais (em português, inglês e espanhol).

O ENSINO DO URBANISMO NO BRASIL

Segundo o editor da Revista Políticas Públicas & Cidades, Prof. Wesley Medeiros, o ensino do Urbanismo, principalmente nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, apresenta didáticas, conteúdos e objetivos distintos quanto ao aprendizado teórico, prático e metodológico.  Incorporando entre os anos de formação aspectos de desenho, planejamento e gestão urbana. Além disso, o Urbanismo como ciência e como ação prática no cotidiano da vida urbana incorpora dimensões tanto material e quanto imaterial das intervenções urbanas em escalas diferentes – ruas, quadras, praças, parques, rios urbanos, áreas degradadas, loteamentos, bairros, cidade, redes de cidades etc. Esse fato parece reforçar o papel do Urbanista como agente social que faz e refaz a cidade em múltiplas perspectivas.

Neste contexto, parece importante compartilhar experiências de aprendizado a partir das práticas de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas entre os cursos de arquitetura. Mais ainda, é importante discutir o papel do Urbanismo nestes contextos regionais. Quais as abordagens ao Urbanismo na Amazônia, por exemplo?  E no interior do Nordeste? Quais problematizações são conduzidas entre estas realidades? O que tem sido entendido por Planejamento e desenho urbano entre as regiões no Brasil? Entre outras questões, quais autores regionais conduzem o debate do Urbanismo? Ou, a literatura utilizada é aquela produzida a partir dos centros urbanos como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba?  Por isso, a importância deste dossiê, que é entender o universo do Ensino do Urbanismo no Brasil. Portanto, alguns temas parecem se sobressair: o ensino da habitação de interesse social, da urbanização de assentamentos precários, do planejamento urbano e regional, do desenho urbano, do Estatuto da Cidade, das políticas urbanas (habitação, saneamento, mobilidade urbana e transporte e acessibilidade e os programas urbanos), o planejamento do transporte público e da mobilidade urbana, os planos de bairro, as intervenções em áreas urbanas centrais, as intervenções em áreas degradadas, as intervenções em espaços públicos e outros assuntos caros ao Urbanismo.

Esta edição da RPPC ainda deseja focar nas pesquisas de iniciação científica desenvolvidas nos centros de ensino e pesquisa. Ao mesmo tempo, relato das extensões realizadas pelos alunos e professores junto às comunidades.

Além disso, há outros campos em que o Urbanismo ganha interpretações outras tais como da geografia, da antropologia e da sociologia urbana. Relevante entendermos o ensino, a pesquisa e a extensão entre estes campos do conhecimento. Aliás, há Urbanismo para estes campos do conhecimento?

Ao mesmo tempo, há o curso de Urbanismo e Planejamento Territorial  cuja consolidação configuram horizontes possíveis à interpretação outras do que seja o Urbanismo para além da arquitetura. 

Acesse a nova edição da RPPC com o dossiê “O Ensino do Urbanismo no Brasil”.

http://periodico.revistappc.com/index.php/RPPC/issue/archive