Com 220 mil acessos e mais de 100 mil visitantes só em 2020, o site do INCT Observatório das Metrópoles é o principal canal de difusão e de diálogo da rede de pesquisa com a comunidade científica e a sociedade em geral.

Por este motivo, desde o início do ano, a equipe de Comunicação, formada por Tuanni Borba (gestora do grupo), Laura Pechman (responsável pelo audiovisual) e Diene Ghizzo (jornalista) – todas pesquisadoras vinculadas ao Observatório, iniciou um processo de reflexão sobre o aprimoramento de algumas funcionalidades do site e a construção de uma identidade visual mais homogênea para a rede. As reflexões também incluíram a longa trajetória do Observatório e os diversos perfis de usuários que acessam o seu conteúdo, buscando traduzir as necessidades e os objetivos de cada público para essa nova versão do site.

De acordo com Tuanni, com a pandemia, em março desse ano, “o projeto de atualização do site se tornou ainda mais estratégico, não só pela migração para o ambiente virtual de diversas rotinas antes realizadas presencialmente, mas também pela flagrante importância da ciência na geração de informações e análises confiáveis. Nesse momento, em especial, o nosso site, assim como todas as atividades da rede, traduzem a excelência da ciência brasileira e da universidade pública”.

Por isso, em meados do mês de abril, reuniões semanais de cocriação foram realizadas sistematicamente entre a equipe de Comunicação do Observatório e os representantes do Vértice Coletivo – coletivo de comunicação e tecnologia para projetos sociais e educacionais responsável pela reformulação do site – Erik Dana e Renan Freitas. Além disso, pesquisadores e pesquisadoras da rede foram convidados a opinarem sobre a nova proposta, resultando numa construção coletiva desse importante canal.

A primeira versão do site remonta ao ano de 2006 e evidencia a preocupação do Observatório com a divulgação da sua produção, mas também com a conexão desse conteúdo e o cotidiano daqueles que vivem nas metrópoles brasileiras. Além do caráter institucional da divulgação de resultados, a Comunicação do Observatório, formalmente organizada em 2011, busca explorar os impactos dos projetos da rede dentro e fora do universo acadêmico, fomentando articulações com o poder público, organizações da sociedade civil e demais atores com incidência nas políticas urbanas, de modo a fortalecer o trabalho do Observatório das Metrópoles enquanto uma das principais referências no campo do planejamento urbano e metropolitano do país.

Novidades

A página inicial do site agora destaca uma gama maior de conteúdos da rede. Além das notícias da semana, ganharam destaque na home a apresentação do INCT Observatório das Metrópoles, os últimos artigos semanais escritos pelos nossos pesquisadores e pesquisadoras, as revistas científicas (Cadernos Metrópole e e-metropolis) e os vídeos do nosso canal no Youtube.

A principal novidade fica por conta da Biblioteca Digital que passa a incluir toda a produção bibliográfica da rede, como livros, revistas científicas (Cadernos Metrópole e e-metropolis), teses e dissertações, artigos científicos e textos para discussão. Na ferramenta de busca, é possível selecionar uma das categorias ou fazer uma pesquisa geral por toda a nossa produção.

Além disso, as edições do Boletim Semanal agora estarão armazenadas em um repositório online, de modo a facilitar a busca do conteúdo produzido pela rede. Ao acessar a opção “Difusão e Resultados” e clicar em “Boletim Semanal”, é possível visualizar a edições por número e data, assim como o ano. O repositório incluirá as edições a partir de setembro de 2019.

Convidamos todos e todas a navegarem pela nova versão do site!

Observação: Devido ao grande volume de conteúdo do nosso site, algumas atualizações e ajustes ainda estão em curso. Agradecemos a compreensão.