Trilhas Urbanas e o Direito à Cidade em Maringá

O projeto Trilhas Urbanas, de iniciativa do Observatório das Metrópoles Núcleo RMM/UEM e do Proext Direito à Cidade, segue com cronograma de atividades no mês de novembro e dezembro de 2016. As visitas serão aos domingos e contemplarão espaços distintos do município de Maringá.

No último domingo, 20 de novembro, o destino foi as imediações de um condomínio residencial fechado, localizado na área rural de Maringá, e a Escola Rural Delfim Moreira, onde ainda existem famílias abrigadas, em caráter provisório, desde janeiro de 2014.

No dia 27 de novembro a trilha será no território do Campus Sede da UEM. O objetivo é propiciar aos participantes um trajeto parLeia também:

Trilhas Urbanaa vivenciar a perda do território da universidade, de aproximadamente 43% em relação à área original.

No dia 4 de dezembro o percurso será na região do Parque Residencial Aeroporto, nas imediações da Avenida José Alves Nendo, onde está localizado o antigo aeroporto. O intuito é caminhar pelo território e visualizar os aspectos urbanísticos sob o viés da função social da cidade.

A saída das três trilhas ocorre às 8h30, em frente a agência da Caixa Econômica Federal, no Câmpus Sede da UEM. O acesso é gratuito e aberto ao público.

Conheça mais sobre o Projeto Trilhas Urbanas, no site do Núcleo Maringá Observatório das Metrópoles.

 

Texto de Lilian Chirnev, Assessoria de Comunicação do Núcleo Maringá do Observatório das Metrópoles.