Por Camila D’Ottaviano¹

O vídeo “Eu Estou Aqui” é um dos resultados do Projeto BESEFOGO – Between self-regulation and formal government: the challenges of self-build housing and facilities [Entre auto-regulação e o governo formal: os desafios da autoconstrução de moradias], aprovado no âmbito da chamada conjunta FAPESP-ESRC-NWO – Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Brasil), Economic and Social Research Council (Reino Unido), e a Netherlands Organization for Scientific Research (Holanda).

Parte integrante do projeto Direito à Cidade e Habitação do Observatório das Metrópoles, o projeto foi desenvolvido entre 2015 e 2019, sob a coordenação dos professores Camila D’Ottaviano (FAUUSP/Brasil) e Willem Salet (Universidade de Amsterdam/Holanda)².

Tendo como objeto central a pesquisa comparada sobre habitação autoconstruída e autogestão no Brasil e na Holanda, um dos desafios da pesquisa foi justamente a análise de duas realidades bastante distintas. Para a pesquisa, autoconstrução foi definida como a prática em que as pessoas produzem sua própria casa e respectivas instalações, inclusive infraestrutura, com ou sem a contratação de técnicos (arquiteto, construtor, trabalhadores etc.) ou a utilização de financiamento oficial/estatal (empréstimos bancários, hipotecas etc.).

A pesquisa partiu do pressuposto de que a oferta de moradia de boa qualidade a preços acessíveis é uma condição importante para o desenvolvimento urbano socialmente sustentável. Diante do quadro de dificuldade crescente por parte das instituições públicas, autarquias ou mesmo associações de moradia para satisfazer a demanda por habitação de boa qualidade a preços acessíveis, tanto no Brasil quanto na Holanda, a pesquisa procurou, a partir do estudo comprado, identificar possibilidades e estratégias que possam ser utilizadas em ambos os países.

No caso brasileiro, a equipe da pesquisa acompanhou por mais de dois anos as famílias envolvidas em dois projetos financiados pelo Programa Minha Casa Minha Vida Entidades (MCMV-Entidades): os edifícios Dandara e Marisa Letícia, ambos resultado da parceria entre a assessoria técnica Integra Urbano e o movimento Unificação das Lutas de Cortiço e Moradia (ULCM).

As bolsistas – Catarina Raposo de Medeiros Oliveira, Cecília Andrade Fiúza, Flávia Tadim Massimetti, Giovanna Piesco, Juliana do Amaral Costa Lima, Maria Luiza Pereira de Mello, Marília Müller Silva e Sara Uchoa Araújo Silva – acompanharam as obras, reuniões, assembleias, mudança e pós-ocupação, registrando as atividades e depoimentos dos moradores e participantes.

Eu Estou Aqui” registra parte dessas atividades, além de entrevistas com lideranças, pesquisadores e gestores da temática da moradia/autogestão/autoconstrução. O vídeo, que também tem versão com legenda em inglês, foi produzido com o apoio do FotoVideoFAU, Seção Técnica de Audiovisual da FAUUSP.

Ambas as versões (português e inglês) estão disponíveis em nosso canal no Youtube:

Além do vídeo, outros resultados da pesquisa são:

FICHA TÉCNICA

Coordenação: Camila D’Ottaviano
Roteiro: Catarina Raposo de Medeiros Oliveira, Cecília Andrade Fiúza, Giovanna Piesco e Juliana do Amaral Costa Lima
Edição: Catarina Raposo de Medeiros Oliveira e Juliana do Amaral Costa Lima
Legendas: Juliana do Amaral Costa Lima
Tradução para o inglês: Giovanna Piesco, Juliana do Amaral Costa Lima e Camila D’Ottaviano

——————————————————————————————————————————

¹ Arquiteta e Urbanista, docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). Coordenadora do projeto de pesquisa “Direito à Cidade e Habitação” do Observatório das Metrópoles.

² Professor Emérito do Department of Geography, Planning and International Development Studies da Universidade de Amsterdam/UvA.