Segregação Urbana e Desigualdade de Oportunidades

O Relatório de Atividades da pesquisa Observatório Educação e Cidades traz os principais resultados do estudo que investiga os efeitos do território sobre o processo de escolarização de estudantes. Buscando investigar empiricamente a hipótese de que os resultados escolares são afetados não só pelo capital social baseado na família mas também pelo capital social baseado na escola e na comunidade mais ampla (vizinhanças, municípios), o relatório demonstra que não somente o volume de capital social importa, mas também a estrutura do capital social faz diferença.

Coordenada por Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro, a pesquisa que deu origem ao relatório está baseada tanto na tradição do IPPUR/UFRJ na área de estudos sobre o planejamento urbano e regional quanto na experiência do Laboratório de Educação/PUC-Rio nas áreas de avaliação da educação e desigualdades de oportunidades educacionais, conta também com a participação de pesquisadores do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS/UFRJ) e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH/UERJ).

A partir da criação do Observatório Educação e Cidades, foi possível consolidar uma linha de pesquisa que envolve professores, pesquisadores e alunos de pós-graduação das instituições acima mencionadas. Essa consolidação teve como resultados as disciplinas de pós-graduação, promoção de seminários, publicação de artigos e apresentação de trabalhos em congressos, dissertações de mestrado e teses de doutorado.
 Clique aqui e acesse o Relatório de Atividades da pesquisa Observatório Educação e Cidades.

Escrito por Observatório|Última atualização em Qua, 31 de Março de 2010 18:07

 

 

Tags: ,