Jornada de Lutas contra Rio 2016, os Jogos da Exclusão

 Jornada de Lutas contra Rio 2016, os Jogos da Exclusão

Entre os dias 1 e 5 de Agosto, semana que antecede a abertura dos Jogos Olímpicos, os movimentos, organizações e coletivos que formam a campanha “Rio 2016 — Os Jogos da Exclusão” organizarão uma série de atividades para denunciar as violações de direitos humanos e outros absurdos que estão em curso no Rio de Janeiro para garantia da realização das Olimpíadas, aprofundando os processos de mercantilização da cidade e controle urbano. Pesquisadores da Rede Observatório das Metrópoles participarão do evento, apresentando resultados do monitoramento das obras do megaevento esportivo e seus impactos na vida da população.

Serão cinco dias de programação intensa e variada, abordando de diversas formas e perspectivas as violações e prejuízos causados à maioria da população do Rio com esse megaevento.

As manhãs estão reservadas às atividades autogestionadas, propostas por organizações, movimentos ou coletivos que se inscreverem. Além disso, é possível participar da construção das demais atividades, por meio das plenárias da campanha “Jogos da Exclusão”.

RIO JOGOS DA EXCLUSÃO

A Rio 2016 já vai começar e o (não)legado está claro. Uma cidade segregada, na qual bilhões são gastos, com qual resultado? Juventude negra sendo morta nas favelas, colapso do transporte, Estado quebrado sem pagar salários e golpe no governo federal para garantir ainda mais dinheiro na repressão.

A lista de violações é grande, mas a resistência também será! Na Copa das Confederações em 2013 e na Copa do Mundo em 2014 os movimentos estavam nas ruas e agora voltarão à luta contra todas as violações cometidas em nome dos megaeventos!

De 1 a 5 de agosto: JORNADA DE LUTAS CONTRA RIO 2016, OS JOGOS DA EXCLUSÃO (Programação Completa)

Serão cinco dias intensos de atividades, culminando em um grande ato no dia da abertura dos Jogos.

PROGRAMAÇÃO

1º DE AGOSTO (SEG)

Vigília da Dignidade, das 14h às 21h, no Centro do Rio.

2 A 4 DE AGOSTO (TER A QUI)

A Jornada ocupará o Prédio do IFCS, no Centro do Rio, de manhã, tarde e noite, com debates, rodas de conversas, oficinas e exibições, além de intervenções e ações nas ruas do Centro. As atividades terão três eixos temáticos por dia, sendo que haverá um evento final todas as noites.

2 AGOSTO (TER)

Eixos: Espaço público e meio ambiente; Serviços públicos e a Calamidade Olímpica; A militarização e o racismo na Cidade Olímpica.

Atividade final: Atletas e usuários dos equipamentos esportivos fechados e sucateados da “Cidade Olímpica” farão uma grande caminhada pelo Centro.

3 AGOSTO (QUA)

Eixos: Higienização dos espaços públicos; Esporte: mercadoria ou direito?; As mulheres e o direito à cidade.

Atividade final: Debate no Largo São Francisco de Paula sobre Cidade e Democracia, com debatedores do Rio e de outros estados e países.

4 AGOSTO (QUI)

Eixos: Habitação e direito à cidade; Direito ao trabalho; Mídia, comunicação e megaeventos.

Atividade final: Grande painel dos Jogos da Exclusão, com 16 atingidos pelas violações causadas em nome dos megaeventos.

5 DE AGOSTO (SEX)

Na abertura dos Jogos da Exclusão, estaremos todas e todos na rua protestando. Concentração às 14 horas, na Praça Saens Peña, Tijuca: https://www.facebook.com/events/818049904962891/

Em uma cidade onde o abismo da desigualdade cresce cada vez mais, a base de tratores, tiros e bombas, é fundamental prosseguir e avançar na luta pelo direito à cidade, pela democracia e pela justiça social.

 

Vamos denunciar este projeto de cidade segregada, Rio Olimpíada 2016: os Jogos da Exclusão!

 

Publicado em Notícias | Última modificação em 29-07-2016 17:24:32

 

Tags: , , , ,