Publicado na Revista Economia e Sociedade, o artigo “Economia regional e a produção do urbano crítico: lições de Wilson Cano” percorre as contribuições fundamentais do professor e economista Wilson Cano sobre a questão regional e urbana no Brasil e, em particular, no Nordeste.

Escrito por Maria do Livramento Clementino, coordenadora do Observatório das Metrópoles Núcleo Natal, o texto procura resgatar os aspectos mais relevantes dos estudos urbanos de Cano na perspectiva do Nordeste, “com base em uma concepção histórico-dinâmica e contraditória do desenvolvimento capitalista e dos rebatimentos regionais e urbanos decorrentes de tal processo”. Além disso, a autora busca homenagear o valioso legado da ampla agenda de pesquisa do economista, distinguindo aspectos importantes da relação entre o desenvolvimento e a urbanização.

Wilson Cano. Foto: Reprodução Unicamp.

Confira o resumo:

Este ensaio rende tributo à reflexão intelectualmente crítica, do Professor Wilson Cano para com a urbanização brasileira. Resgata aspectos relevantes dos seus estudos sobre o urbano, com ênfase no Nordeste. Sua interpretação do urbano foi construída a partir de uma visão global do desenvolvimento, onde a urbanização decorre das grandes transformações estruturais que o país sofre, especialmente a partir da industrialização. Ele nos ensinou entender as interrelações do urbano com o rural e os nexos que disso decorrem para alterar o urbano. Segue o caminho metodológico que ele mesmo indicou, rigorosamente, em suas análises. Indaga sobre as ações e omissões do Estado no processo da urbanização regional, com destaque para sua atuação associada a orbita privada do capital mercantil, e na capacidade de reciclagem dessa forma de capital. Rende homenagem ao valioso legado de sua ampla agenda de pesquisa distinguindo aspectos importantes da relação entre o desenvolvimento e a urbanização.

Palavras-chave: Cano, Wilson, 1937-2020, Urbanização; Nordeste.

Acesse o artigo completo, CLIQUE AQUI.

Fundada em 1992, a Revista Economia e Sociedade é uma publicação do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE/Unicamp) e na sua edição de outubro de 2021 prestou homenagem ao professor Wilson Cano (1937-2020), cofundador do IE/Unicamp e professor da instituição desde sua origem.