Iª Jornada Saúde e Cidade

Iª Jornada Saúde e Cidade

O núcleo Porto Alegre do INCT Observatório das Metrópoles promove, nesta quinta-feira (19/07), a Iª Jornada Cidade e Saúde, com o propósito de debater a organização do território urbano e seus efeitos para a população. Segundo o professor da UFRGS, Sérgio Luiz Basssanesi, cidades menos segregadas territorialmente são mais saudáveis. “Não é apenas a pobreza que é causa de doenças, é a pobreza mais a segregação espacial. A saúde aqui tem relação direta com as políticas públicas para a cidade, se as ações são mais democráticas ou geradoras de mais desigualdade”.

Com entrada franca, o encontro é voltado para profissionais de saúde, estudantes de graduação e pós-graduação nas áreas de saúde, arquitetura e áreas afins, ativistas pelos direitos sociais e organizações da sociedade civil.

PROGRAMAÇÃO:

9 h: Abertura

Das 9h:30 às 12h:  O circuito doença/pobreza na cidade: Espaços da diferença

Painelistas: Leandro Andrade e Sergio Bassanesi

Debatedora:  Lucimar Siqueira

Das 13h:30 às 15h:30: A relação doença/saúde na cidade: Histórico e realidades

Painelistas: Maria Ceci Misoczky e Salzano Barreto

Debatedora: Sinara Robin

Das 15h:30 às 17h:30 – Questões urbanas: Participação e qualidade de vida

Painelistas: Luciano Fedozzi e Lívia Piccinini

Debatedora: Beatriz Morem

 

Para mais informações, acesse o site do núcleo Porto Alegre aqui.

 

Leia também:

Saúde Urbana – segregação espacial e indicadores de saúde da população

Saúde Urbana, metrópoles e desigualdades

 

 

Tags: , ,