A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo divulga o Seminário FESPSP “Instituições, informação e democracia em tempos de mudanças” que será realizado em suas dependências, na cidade de São Paulo, entre os dias 24 e 28 de setembro de 2018. O seminário tem por objetivo discutir sobre o estado da arte da relação entre as instituições brasileiras e a sociedade civil do ponto de vista democrático, bem como acerca dos processos de produção,  disseminação e acesso às informações como marcadores fundamentais da natureza deste diálogo em uma conjuntura social e política tão complexa como esta dos dias atuais.

O SEMINÁRIO

Ao longo dos últimos 85 anos, a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo tem testemunhado as principais mudanças na sociedade brasileira. São transformações de natureza econômica, social e política que moldaram o caminho pelo qual o Brasil aportou no século XXI. Mas se é verdade que a sociedade brasileira muito mudou nas últimas décadas, alguns desafios de outrora permanecem atuais, dentre eles, a seguinte questão: como nossas instituições promovem a democracia?

Atualmente as instituições representativas do Estado brasileiro passam por uma prova de fogo ao serem cobradas pela sociedade civil por sua eficiência, ao mesmo tempo em que perderam boa parte da credibilidade da opinião pública diante dos episódios noticiados cotidianamente. Ao se falar de credibilidade é preciso levar em conta os níveis de transparência e veracidade com que as instituições informam suas ações à sociedade civil, ou seja, como dialogam e geram informações a respeito de seu próprio desempenho, bem como de que modo veiculam tais informações para a sociedade de modo geral.

Evidentemente, ao se falar em instituições é preciso alargar a definição do conceito e levar em consideração não apenas aquelas mais representativas do Estado, mas outras a exemplo da mídia, do mercado (em especial, as empresas), e da academia, apenas para citar algumas. Em tempos de “Fake News”, torna-se patente a preocupação com o tipo de informação gerada e veiculada pela mídia, ainda mais em períodos eleitorais, quando a manipulação da informação gera consequências graves à democracia. Do mesmo modo, ao se considerar a suspeição quanto ao comportamento de algumas empresas, cada vez mais tem se falado em compliance e da necessidade de uma governança ética que considere os stakholders envolvidos, principalmente quando não apenas interesses privados estão em jogo, mas também e, acima de tudo, públicos.

Deste modo, como as instituições brasileiras têm permitido um fluxo de informações claro e transparente, e assim dialogado com a sociedade? Como instrumentos a exemplo da Lei de Acesso à Informação tem se mostrado efetivo na sociedade brasileira? Até que ponto as instituições (principalmente aquelas ligadas à educação e à formação) tem promovido a chamada competência informacional, contribuindo assim ao desenvolvimento de habilidades nos indivíduos que permitam a apropriação e assimilação de informações, corroborando diretamente ao processo democrático? Diante do dinamismo das transformações sociais contemporâneas e da eclosão de demandas por mais participação e empoderamento das minorias, de que modo as instituições estão conseguindo se reinventar quanto à  capacidade de diálogo com a sociedade?

INSCRIÇÕES

O seminário acontecerá em quatro dias, com dois grandes focos: o seminário de pesquisa, com as apresentações de trabalhos nos grupos de trabalho, e a realização de conferências que abordem a relação entre instituições, produção de informação e promoção da democracia. Além disso, e de forma complementar, serão realizados mini cursos que versem sobre o tema proposto para o seminário.

Para mais informações e inscrição, acesse o site do Seminário FESPSP 2018

https://fespsp.wixsite.com/seminario2018