Em 2021 está prevista a realização do XVIII Encuentro de Geógrafos de América Latina (EGAL), em Córdoba, na Argentina. O evento ocorrerá de 30 de novembro a 04 de dezembro de 2021 e terá como tema “Construir conhecimento emancipatório de e para os territórios”.

O XVIII EGAL está com a chamada de trabalhos (apresentação e pôster) aberta, sendo possível submeter resumos ampliados para uma das oitenta e nove mesas temáticas do evento. Os(as) interessados(as) podem enviar seus resumos até o dia 1º de abril de 2021.

A Mesa Temática nº 56, intitulada “Nuevos procesos, nuevas escalas y configuraciones socioespaciales de la metropolización y de la urbanización en América Latina” (Novos processos, novas escalas e configurações socioespaciais da metropolização e urbanização na América Latina), será coordenada por três pesquisadores(as) do Observatório das Metrópoles: Paulo Roberto Soares (Núcleo Porto Alegre), Olga Firkowski (Núcleo Curitiba) e Rosa Moura (Núcleo Curitiba). Além deles, Marta Casares (Universidad Nacional de Tucumán), Luis Fuentes Arce (PUC-Chile), Daniel Santana Rivas (UNAL – COL), Guenola Capren (UAM – MEX), Salomon Gonzalez Arellano (UAM – MEX), Eudes Leopoldo (UNIFESSPA – BR) e Thomas Massin (UNGS – AR) completam o grupo de coordenadores da mesa.

Confira o resumo:

No século XXI, nas metrópoles latino-americanas estão se produzindo uma série de mudanças socioespaciais denominadas, por muitos autores, como uma verdadeira “metamorfose metropolitana” (De Mattos, 2010). Entretanto, mais além das metrópoles observa-se na urbanização latino-americana uma multiplicidade de novas configurações espaciais (cidades-regiões, aglomerações urbanas contínuas e descontínuas, arranjos espaciais, regiões urbanas) que evidenciam a diversidade e a complexidade dos processos de urbanização no continente. Esta diversidade permite leituras a partir de distintos pontos de vista teóricos e empíricos.

Esta mesa convida geógrafas e geógrafos estudiosos do urbano e disciplinas conexas, a apresentar suas comunicações sobre as atuais lógicas espaciais das grandes metrópoles da América Latina. O objetivo da mesa temática é analisar os processos regentes e as formas espaciais resultantes da concentração, reestruturação e desconcentração urbana e metropolitana no continente, com suas semelhanças e diferenças em diferentes escalas, regiões e países. Serão bem-vindas análises de processos internos (novas centralidades, policentralidades, novas periferias, reestruturação urbana) e externos da urbanização (dispersão urbana, conurbações), bem como da rede urbana. Igualmente, propomos investigar as relações entre os processos de reestruturação econômica, de financeirização na metrópole, de formação de novos espaços industriais e novas aglomerações produtivas com a urbanização. Buscamos também, a análise das diversas configurações espaciais derivadas destes processos, assim como a identificação de novos arranjos espaciais com foco na sua gênese e nas particularidades de suas morfologias. Serão aceitos estudos teóricos, estudos de casos, análises comparativas e dos processos e formas espaciais das cidades e metrópoles latino-americanas e sua relação com os usos e o ordenamento do território.

Para se inscrever e submeter resumos, acesse: www.egal2021.org