O INCT Observatório das Metrópoles divulga a presente nota de retratação pública relativa ao teor dos comentários desrespeitosos e inadmissíveis do(a) parecerista que avaliou a proposta de um artigo para publicação no dossiê número 51 do nosso periódico Cadernos Metrópole.

Tais comentários adjetivados não expressam, de forma nenhuma, a linha editorial da revista quanto a importância da questão de gênero na sociedade e, mais ainda, na produção do conhecimento.

Em nome de todo coletivo editorial dos Cadernos Metrópole e dos integrantes do INCT Observatório das Metrópoles, lamentamos e pedimos sinceras escusas à autora pela falta de decoro com que o(a) parecerista se expressou, cujo anonimato precisamos manter por dever de ofício.

O INCT Observatório das Metrópoles considera que, neste caso, foi cometido um descuido na gestão do número ao não ter solicitado a retirada dos referidos comentários, por serem inaceitáveis e estranhos à avaliação objetiva e acadêmica.

A revista Cadernos Metrópole é um dos principais produtos do INCT Observatório das Metrópoles e tem como principal objetivo difundir os resultados da análise comparativa entre as metrópoles, publicando textos de pesquisadoras e pesquisadores da temática urbana. Embora não haja qualquer política de censura epistemológica, teórica e mesmo ideológicas nos pareceres emitidos pelos(as) especialistas convidados – todos(as) desfrutando de inquestionável qualificação acadêmica – lamentamos, uma vez mais, o terrível acontecimento e pedimos desculpas por qualquer situação de constrangimento ou desconforto que este fato possa ter causado.