People not profit: remoções forçadas em nome do desenvolvimento

By 21/11/2012janeiro 29th, 2018Notícias, Vídeos

People not profit: remoções forçadas em nome do desenvolvimento

A organização internacional Witness lança o vídeo “People not profit” (Pessoas antes do lucro) no qual denuncia o fenômeno das remoções forçadas cometidas em nome do desenvolvimento. A iniciativa visa mostrar como essa violência ocorre de maneira parecida independente de fronteiras ou idiomas, seja no Brasil, Nigéria, Camboja, Estados Unidos, entre outros países. Além disso, destaca a maneira valente e corajosa que as comunidades atingidas pelas remoções vêm brigando, resistindo e lutando para defender seus direitos à terra e à moradia adequada.

O Comitê Popular Copa e Olimpíadas e o INCT Observatório das Metrópoles têm monitorado o fenômeno das remoções provocados pelos grandes eventos no Brasil. A experiência da comunidade da Vila Autódromo no Rio de Janeiro, que formulou com o apoio de parceiros o seu Plano Popular de Urbanização aparece como um exemplo de solução. Além do mais, imagens da luta de outras comunidades atingidas, caso do Metrô Mangueira, também merecem destaque.

Veja o vídeo “People not profit” no final da página.

Mais informações, acesse o site da organização Witness.

 

Leia também outras notícias relacionados a “remoções”:

Especulação imobiliária e o direito à moradia

Plano Popular da Vila Autódromo

Direito à cidade e o projeto da cidade-negócio

O Legado Somos Nós: a História de Elisângela

Última modificação em 21-11-2012 19:38:56