Roda de Diálogo: Pontes entre a pesquisa acadêmica e o ensino escolar

Pesquisadores do GT Habitação e Cidade do Observatório das Metrópoles realizaram ao longo do segundo semestre deste ano, uma série de atividades em escolas da Rede Pública do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de discutir temas ligados à questão urbana e metropolitana com os alunos de Ensino Médio.

Foram realizados três encontros. Um no CIEP 336 Octávio Malta (bairro de Campo Grande) e outro no CIEP 305 Heitor dos Prazeres (bairro de Barra de Guaratiba), ambos localizados em áreas da Zona Oeste da cidade marcadas por sua distância em relação às áreas centrais e acesso precário ao sistema de transporte público. Um terceiro encontro foi realizado no CIEP 303 Ayrton Senna da Silva (favela da Rocinha), localizado em uma das maiores favelas da cidade.

O encontro realizado em Campo Grande foi feito com turmas de 1º, 2º 3º ano, próximas da etapa de conclusão do semestre letivo, com discussão articulada ao programa das disciplinas de Sociologia e Geografia, procurando explorar temas que estivessem em diálogo com o contexto urbano e os deslocamentos cotidianos efetuados pelos alunos pelo território da cidade. A atividade foi conduzida em parceria com a professora Lia Valentim, iniciando com grupos de alunos apresentando trabalhos sobre segregação social e urbana. Em seguida foram exibidos também os documentários “Valeu?” e “Realengo, aquele desabafo”, seguidos por um debate coletivo mediado pelos pesquisadores e professores presentes. A atividade contou também com a participação do coordenador do Observatório das Metrópoles, Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro, e dos pesquisadores Humberto Meza e Ana Carolina Christovão.

Os bons resultados apresentados por esta atividade levaram, como desdobramento, à realização de uma Sessão Livre na XXV Semana de Planejamento Urbano e Regional, no dia 11 de outubro de 2019, intitulada “Roda de Diálogo: Pontes entre a pesquisa acadêmica e o ensino escolar”. A atividade foi coordenada por pesquisadores do Observatório das Metrópoles e teve como convidados 40 alunos das turmas de 1º, 2º e 3º ano do CIEP 336 Octávio Malta.

Cartaz de divulgação do evento.

Ao chegarem no campus da Ilha do Fundão, os alunos foram recepcionados no Centro de Tecnologia pelos pesquisadores Alice Pina, Ana Carolina Christovão, Ariane Beltrão, Nuno Patrício, Samuel Thomas Jaenisch e Tainá Alvarenga. Foram compartilhadas informações sobre o número de estudantes e profissionais que atuam na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a importância de um ensino público gratuito e sua expansão nos últimos anos, além de reforçar a importância das políticas de ação afirmativa. A pesquisadora Alice, que também integra a Associação de Pós-graduandos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (APG/UFRJ), fez pontuações importantes sobre a conjuntura política atual e seus reflexos sobre a universidade pública e a pesquisa científica no país.

Depois do acolhimento, os alunos foram levados para um passeio pela universidade, sendo guiados pelos pesquisadores pelos corredores, salas de aula e laboratórios do Centro de Tecnologia e prédios anexos. Em sequência eles foram recepcionados pela equipe de pesquisadores do Observatório das Metrópoles, onde puderam dialogar e debater sobre a universidade e suas perspectivas quanto ao ensino superior.

Eme seguida, os alunos se dirigiram ao prédio da Faculdade de Letras para participarem da atividade “Roda de Diálogos: Pontes entre a pesquisa acadêmica e o saber escolar”, onde apresentaram as suas reflexões sobre segregação espacial, tema que vem sendo trabalhado nas disciplinas de sociologia e geografia. Os alunos também trouxeram diversas questões aos professores e pesquisadores sobre as temáticas de mobilidade urbana, questão habitacional, dificuldades nos deslocamentos casa/trabalho/escola e, por fim, a importância da universidade e da atividade nas suas vidas. Além da troca de saberes entre as duas instituições, a Roda de Diálogos foi de suma importância para  a articulação entre pesquisadores e os estudantes. Abriu-se a possibilidade de interlocuções com os temas estudados por pesquisadores do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) e os alunos do CIEP aliando-se às suas experiências cotidianas.

Recepção dos alunos no CT.
Recepção dos alunos no auditório.
Alunos na roda de diálogo.
Equipe do Observatório das Metrópoles com a equipe do CIEP.

*Relato produzido pelos pesquisadores(as) do GT Habitação e Cidade.

 

Tags: , , , , , ,

 

Mais Posts em Chamadas