Observatório das Metrópoles realiza pesquisa para aprimorar a difusão científica da rede

O Observatório das Metrópoles divulga a sua primeira pesquisa voltada para a difusão científica. Com o objetivo de conhecer melhor a nossa audiência e aperfeiçoar a entrega do nosso conteúdo, este questionário se direciona à todos(as) que acessam a nossa produção através dos canais digitais (website, boletim e redes sociais).

Em menos de 5 minutos você responde a pesquisa:
CLIQUE AQUI

Desde 2007 o Observatório das Metrópoles tem se empenhado na construção de canais de difusão e na transferência de conhecimento para a sociedade. Além do site principal, com a função de reunir toda a produção da rede, lançamos na mesma época o boletim semanal — um instrumento de comunicação cuja missão é divulgar a questão urbana-metropolitana e colocar em debate as pesquisas da nossa rede nacional.

De lá pra cá, o Observatório lançou hotsites divulgando os resultados de suas principais pesquisas, como a série de livros Transformações na Ordem Urbana e o Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU) – o qual teve grande repercussão e impacto no debate público. Além disso, outras duas importantes iniciativas de difusão e promoção do tema urbano-metropolitano são as nossas revistas científicas: Cadernos Metrópole e e-metropolis.

Acompanhando as transformações digitais, o Observatório das Metrópoles também está presente nas redes sociais, como Facebook, Twitter, Youtube e Linkedin, além da recente parceria no podcast do BrCidades. Nessas plataformas, o desafio tem sido adaptar o conteúdo para as diferentes linguagens, considerando as especificidades de público-alvo e objetivo de cada uma.

Internamente temos constantemente refletido sobre esses novos formatos, buscando construir estratégias adequadas e que favoreçam a expansão da nossa audiência, atingindo especialmente um público mais jovem. Segundo a pesquisa de percepção pública realizada com jovens brasileiros pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia (INCT-CPCT), sete em cada dez jovens brasileiros têm interesse em ciência e tecnologia.

De modo a constantemente aprimorar a divulgação de nossas pesquisas, a transferência de resultados, a mobilização do debate público e a difusão dos conhecimentos no campo do planejamento urbano e regional, a equipe da Comunicação do Observatório das Metrópoles aumentou e tem se aperfeiçoado na execução do seu trabalho.

Achou bacana e quer nos ajudar a aprimorar a nossa difusão científica?

CLIQUE AQUI e responda o questionário.

EQUIPE COMUNICAÇÃO

  • Tuanni Borba
  • Laura Pechman
  • Diene Lemos
  • Samuel Jaenisch

Conselho Editorial: Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro e Juciano Rodrigues

Programadores: Diego Viegas, Erik Dana e Renan Freitas (Vértice Coletivo)

 

Tags: , ,